gallery wordpress plugin

Oct 15, 2016 | Uncategorized

A primavera-verão 2017 de Hugo Costa promete “samurais” no dia-a-dia citadino.

Quimonos e calças largas fizeram as silhuetas deles – e delas. O criador de menswear que começou a introduzir uma linha para mulher (se formos corretos, na verdade, são peças genderless que funcionam para ambos os sexos) desde a edição passada propõe para a época quente as formas nipónicas em tonalidades como o cinza (até em prateado), o negro e o vermelho, em diferentes saturações. E não (apenas) em blocos de cor: com riscas de diferentes grossuras e quebrando os tons emparelhando-os com o branco, os padrões são uma das manifestas vertentes da coleção, apresentada no âmbito do Portugal Fashion.

Hugo Costa é uma marca portuguesa progressiva que resulta da criatividade e do trabalho desenvolvido pelo criador homónimo, que concluiu, em 2008, o curso de Design de Moda e Têxtil na Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco.

A marca começou direcionada para o estilo clássico e para o street menswear e rapidamente expandiu para sapatilhas e peças unissexo. Inspirada pela cultura de rua, o minimalismo, a arquitetura e a filosofia, todas as peças são desenhadas e produzidas com o selo nacional.

Em junho deste ano, estreou-se na Semana de Moda Masculina de Paris com o Portugal Fashion.