Ainda nem uma semana tinha passado desde que Nico Rosberg fecharia a temporada como o novo campeão de Fórmula 1 e o piloto alemão surpreendia o mundo com a notícia da sua retirada das pistas, o que deixou a Mercedes-Benz sem o seu talismã. As hipóteses em cima da mesa para o substituto incluíam nomes como Felipe Massa, Fernando Alonso ou até mesmo Daniel Ricciardo, mas este último já disse que se vai manter na Red Bull.

A confirmação foi feita pelo próprio Ricciardo nesta quarta-feira, enquanto respondia a perguntas dos jornalistas: “Tenho mais dois anos de contrato com a Red Bull. É onde quero estar”.

Na temporada deste ano, o piloto de 27 anos terminou em terceiro classificado, atrás de Nico Rosberg e de Lewis Hamilton, e era desde então um dos nomes cobiçados pela Mercedes para 2017.

“Há muita gente tentada em mudar-se para lá (Mercedes), e não censuro os pilotos interessados. É uma equipa muito boa, mas vão ver-me em Albert Park na Red Bull”, acrescentou Ricciardo.

Albert Park, na Austrália, vai ser o ponto de partida da próxima temporada da Fórmula 1, agendado para dia 26 de março.

A incógnita mantém-se sobre o novo grande nome da Mercedes-Benz para o monovolume da marca e Bradley Lord, chefe de comunicações da Mercedes, já disse que não deverá haver novidades até ao fim deste ano.

Nico Rosberg retirou-se com 31 anos.