Vem com uma equipa de serventes e coleção de carros própria.

Crise: uma palavra que não cabe no orçamento desta moradia. Nos Estados Unidos, o mercado imobiliário de luxo continua a crescer a olhos vistos e vai passar agora por um bom teste para o provar: está à venda a casa mais cara em terras norte-americanas, por 250 milhões de dólares.

Localizada em Bel Air (um dos bairros mais cobiçados de Los Angeles), mais precisamente na morada 924 Bel Air Road, a mãe de todas as mansões vem com tudo aquilo que se possa imaginar e até nem sequer sonhar que poderia existir dentro de uma casa. Para além das habituais caraterísticas – garagem, sala de cinema, sala de jogos com bowling, snooker ou ténis de mesa, ginásio ou piscina -, existem ainda outros detalhes que deixam qualquer um boquiaberto. Por exemplo, existe um ecrã gigante retrátil ao lado da piscina, um estacionamento para helicóptero ou um escultura gigante de uma máquina fotográfica.

Mas o mais impressionante nem é isso. Para além do preço incluir toda uma equipa de gestão e serviço na habitação, com sete pessoas, dentro da garagem está uma coleção de dez motas e doze bólides, entre os quais estão opções como o Bentley Continental GT, Bugatti Veyron, Ferrari 488 ou outros modelos mais ‘vintage’, como o Mercedes-Benz 540K, de 1936.

O vídeo, que pode ver em cima, é de impressionar, mas as fotografias não ficam atrás – pode consultar tudo no site criado propositadamente para a venda do projeto. Cerca de 234 milhões de euros separam qualquer pessoa de poder adquirir esta mansão, dentro da qual é possível viver, trabalhar, ter momentos de lazer e apreciar vistas incríveis, tudo sem sair do mesmo espaço.

Sonhar (ainda) não paga imposto.